Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Buscar  
Boletim Policial

Publicada em 01/06/16 as 12:34h - 8728 visualizações
Prefeito de Pedra Bonita, Trovão Vítor, é denunciado ao Tribunal de Justiça como mandante de assassinato

Assessoria de Comunicação Deputado Estadual Durval Ângelo


Trovão Vitor de Oliveira - Prefeito de Pedra Bonita  (Foto: Reprodução da internet)
O Ministério Público (MP) estadual denunciou ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais, no último dia 19 de abril, o prefeito da cidade de Pedra Bonita, na Zona da Mata, Trovão Vítor de Oliveira, como o mentor e mandante da tentativa de execução de Washington Moreira Carvalho. Também foram denunciados Ubiratan José Martins Teixeira, o executor e, por participação no crime, Humberto Geraldo Martins Teixeira, Sebastião Chaves Teixeira e o filho de Trovão, Wenderson Vítor de Oliveira (o Derson).

Segundo a denúncia da Procuradoria de Justiça Especializada no Combate a Crimes Praticados Por Agentes Políticos Municipais, em 2012, Trovão - então, candidato a prefeito - teria arquitetado uma tocaia para executar a vítima. O crime teria sido motivado por vingança, uma vez que Washington, que havia sido cabo eleitoral de Trovão por 18 anos, passara a apoiar o candidato adversário. 

A denúncia do MP registra que a mudança de grupo político por parte de Washington já havia provado, anteriormente ao atentado, uma série de atritos entre Washington e parentes e apoiadores de Trovão, alguns deles registrados pela polícia. No dia 28 de agosto de 2012, Ubiratan José Martins Pereira, a mando de seu líder político, após aguardar "de tocaia" na praça central de Pedra Bonita, ao avistar a chegada do carro da vítima, teria disparado várias vezes contra Washington, que foi atingido por dois tiros. 

Antes do crime, de acordo com as investigações, os denunciados ainda tiveram a preocupação de confirmar se a vítima estava desarmada. Para tanto, provocaram uma ação policial para que Washington e seu carro fossem revistados na estrada do distrito de Padre Fialho. Após a abordagem policial, a vítima percebeu que estava sendo seguida e, por isso, decidiu mudar seu trajeto natural, ao retornar a Pedra Bonita.

Segundo as apurações do Ministério Público, a mudança de trajeto frustrou os planos dos denunciados de "emboscar" a vítima em um local ermo, o que os levou a agir em praça pública. Depois de balear Washington, os criminosos teriam fugido, ainda atirando para o alto, a fim de assustar as testemunhas. O carro em que estavam teria sido escondido em uma fazenda próxima à cidade e, na tentativa de descaracterizá-lo, teriam sido coladas no veículo propagandas eleitorais.

A denúncia é dirigida ao desembargador Antônio Carlos Cruvinel, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais - tendo em vista que o prefeito tem foro privilegiado - e pede abertura de ação penal pública contra Trovão e os demais denunciados. Em sua denúncia o procurador de Justiça José Antônio Baeta de Melo Cançado registra o perfil autoritário e violento do prefeito de Pedra Bonita, conforme é amplamente conhecido na região. "Conforme restou apurado, o 1º denunciado é conhecido por ser um chefe político autoritário, déspota, tipo 'Coronel', em que trata com truculência seus adversários, havendo notícias de que teria envolvimento em homicídios anteriores", destaca.

Veja abaixo a denúncia:

Denuncia Prefeito Trovão Vitor




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Redes Sociais


(32) 99811 - 2765

Publicidade Lateral
Hora Certa
Colunistas

Valber Augusto

Curiosidades marcam a primeira eleição direta do país, há 120 anos


Izaída Stela do Carmo Ornelas

Que valores são mesmo de valor? A que valores você dá valor?


Guanayr Jabour Amorim

TURISMO & DESENVOLVIMENTO


Enquete
Você é a favor da transmissão das reuniões da Câmara Municipal de Divino-MG?

 Sim
 Não

Estatísticas
Visitas: 1698496 Usuários Online: 157


Parceiros
Parceria de sucesso

Fique por dentrro dos principais acontecimentos de Divino e região!
Copyright (c) 2017 - Jornal O Impacto - Todos os direitos reservados