Sexta-feira, 20 de Julho de 2018

Buscar  
Política

Publicada em 06/11/15 às 09:20h - 248 visualizações
Mesmo sem grandes avanços, governo vê melhora na relação com base no Congresso

via Reuters


 (Foto: Reuters)

Apesar de não ter obtido grandes avanços no Congresso, o Palácio do Planalto considerou esta semana mais positiva na relação com a base, após finalmente conseguir encerrar a votação da DRU em comissão da Câmara e evitar uma possível derrota na votação de projeto que regulariza bens no exterior, adiada para a próxima semana.


Apesar de a semana no Congresso não poder ser considerada um sucesso, depois de mais de três meses de paralisia, e com a oposição abusando das manobras regimentais para impedir votações, o governo conseguiu finalmente aprovar admissibilidade da proposta que prorroga a Desvinculação de Receitas da União na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, com um amplo placar favorável: 44 votos a favor e seis contrários.


"Nós adotamos aquela estratégia: o governo vota e a oposição fala", disse o líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), ao comentar a análise da DRU na CCJ após duas sessões seguidas de obstrução da oposição.


A prorrogação do mecanismo é essencial para o governo por permitir que remaneje livremente parte do que arrecada, justamente em um momento que tenta reequilibrar suas contas. Da mesma forma, o governo considera prioritária a aprovação de projeto que regulariza ativos não declarados no exterior, mediante pagamento de multa e impostos, o que pode incrementar as receitas do governo federal.


A proposta estava na pauta de votações da Câmara na quarta-feira, mas foi adiada para a próxima semana, a pedido de governistas, na intenção de amadurecer a discussão e evitar uma derrota.


O Planalto não considerou o adiamento como um revés, já que sua base conseguiu barrar requerimento da oposição para retirar o tema da pauta, pouco antes de firmar acordo para encerrar a discussão e retomar a votação na próxima semana.


A presidente Dilma Rousseff começou a semana cobrando sua equipe, durante a reunião da coordenação política, por mais resultados no Congresso. Preocupada, declarou que era preciso avançar nas propostas que estavam paradas para mostrar ao mercado que o governo ainda tem capacidade de mobilizar sua base para aprovar medidas importantes.


Nesta quinta-feira, Dilma viajou para Alagoas mais satisfeita com os resultados. Segundo fontes do governo, o sentimento no Planalto é que a mudança na articulação política, com Ricardo Berzoini na Secretaria de Governo e Baques Wagner na Casa Civil, estaria dando resultados, apesar de muita coisa ainda estar por ser resolvida.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Redes Sociais


(32) 99811 - 2765

Publicidade Lateral
Hora Certa
Colunistas

Valber Augusto

Curiosidades marcam a primeira eleição direta do país, há 120 anos


Izaída Stela do Carmo Ornelas

Que valores são mesmo de valor? A que valores você dá valor?


Guanayr Jabour Amorim

TURISMO & DESENVOLVIMENTO


Enquete
Você é a favor da transmissão das reuniões da Câmara Municipal de Divino-MG?

 Sim
 Não

Estatísticas
Visitas: 2194104 Usuários Online: 328


Parceiros
Parceria de sucesso

Fique por dentrro dos principais acontecimentos de Divino e região!
Copyright (c) 2018 - Jornal O Impacto - Todos os direitos reservados