G-FMDENZC2BX

noticias443 Nome do vice-governador de Minas, é usado em golpe em município de Minas e Divino também foi alvo de tentativa

Cidade

Nome do vice-governador de Minas, é usado em golpe em município de Minas e Divino também foi alvo de tentativa

As mensagens disparadas são para os prefeitos de municípios no interior de Minas solicitando doações

Publicada em 26/10/2023 às 15:38h - 955 visualizações

por Jornal O Impacto


Compartilhe
Compartilhar a not�cia Nome do vice-governador de Minas, é usado em golpe em município de Minas e Divino também foi alvo de tentativa  Compartilhar a not�cia Nome do vice-governador de Minas, é usado em golpe em município de Minas e Divino também foi alvo de tentativa  Compartilhar a not�cia Nome do vice-governador de Minas, é usado em golpe em município de Minas e Divino também foi alvo de tentativa

Link da Notícia:

Nome do vice-governador de Minas, é usado em golpe em município de Minas e Divino também foi alvo de tentativa

O nome do vice-governador de Minas Gerais, Mateus Simões (Novo), tem sido usado em aplicativos de mensagens para aplicar golpes. Em nota, o governo fez uma alerta às prefeituras e entidades para não compartilharem documentos. Além disso, reforçaram que medidas legais estão sendo tomadas para identificar os responsáveis.

A mensagem - disparada aos prefeitos de cidades no interior de Minas - diz que o município foi “contemplado” para participar da doação de alimentos em parceria com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). “Precisamos que entrem em contato com o doutor Alberto Dias e repasse a documentação necessária de uma associação, ONG, entidade, sindicato ou cooperativa para formalizar o material e receber (os itens)”, comunica.
 
O governo de Minas esclareceu que é um golpe e pediu que não compartilhem documentos. Medidas estão sendo tomadas para responsabilizar os autores da mensagem. Confira a nota na íntegra:
 
Informamos que o nome do vice-governador do Estado, Professor Mateus, está sendo usado de forma indevida por terceiros, com intuito de aplicar golpes via aplicativo de mensagens. O Governo de Minas, portanto, faz um alerta às prefeituras e entidades para que não compartilhem documentos e reforça que medidas legais já estão sendo tomadas para identificar e responsabilizar os envolvidos."
"Vale ressaltar que o crime de estelionato virtual, presente no art. 171 do Código Penal como fraude eletrônica, dá pena de 4 a 8 anos de reclusão e multa "se a fraude é cometida com a utilização de informações fornecidas pela vítima ou por terceiro induzido a erro por meio de redes sociais, contatos telefônicos ou envio de correio eletrônico fraudulento, ou por qualquer outro meio”.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário

Captcha
Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso site Jornal O Impacto Nosso Whatsapp (32) 998112765
Visitas: 168022 Usuários Online: 58
Copyright (c) 2024 - Jornal O Impacto
Converse conosco pelo Whatsapp!